Featured Posts

Topo
28 ago

5 primeiros passos para um carreira jurídica de sucesso

Não é novidade que o mercado jurídico é competitivo e exige um bom esforço de quem quer começar na profissão. O Brasil é o 3º país no mundo com mais profissionais na área advocatícia, por isso, uma das maiores dificuldades no início da carreira jurídica se torna a prospecção de clientes.

Soluções novas e ideias criativas sempre ajudam no início da sua profissão, mas existem 5 dicas essenciais para que você capte mais clientes e, o mais importante, para que você os fidelize.

Melhore a sua autopromoção e consiga alavancar o seu negócio no mercado jurídico:

 

PLANEJAMENTO DO MARKETING JURÍDICO

Você sabia que boa parte dos brasileiros consulta o serviço na internet antes de contratá-lo? Logo, se você não aparece na internet, você está deixando de ser visto por potenciais clientes e, diante disso, muitas vezes você deixa de ser opção de escolha. Esse é um dos motivos que transformaram a internet em uma das ferramentas mais essenciais quando se trata de alcançar o sucesso.

Necessariamente, o advogado precisa estar inserido no meio virtual para que os seus clientes e futuros clientes possam encontrar os seus serviços mais facilmente. Para isso, é essencial criar um perfil na internet com os tipos de serviços que você realiza, as suas experiências jurídicas e todas as informações acerca do local de trabalho e meios de contato.

Muitos profissionais da advocacia deixam de se lançar na internet por não possuírem a expertise de como criar um perfil, um site ou se impulsionar no Google. Porém, esse é um campo que deverá mudar, pois cerca de 54% das pessoas no Brasil já utilizam a rede virtual e se você ficar de fora dela, você com certeza, vai deixar de prospectar clientes.

Diante desse novo cenário, é preciso fazer a seguinte pergunta: “como meu cliente irá encontrar meus serviços e meu escritório?”. A partir disso, você estará medindo a efetividade do seu papel no mundo virtual e o quão desenvolvido está o marketing jurídico do seu negócio.

 

REDE DE PARCEIROS

Se você está começando a trabalhar e pensa que chegará ao topo profissional única e exclusivamente por si mesmo, você está completamente enganado. Nenhum profissional consegue incrementar a sua grade de clientes e alavancar a carreira sem o auxílio de parcerias. É fundamental que você estabeleça parcerias com outros advogados ou profissionais de outras áreas como psicólogos, contadores, consultores. Além de você poder indicar clientes a eles, eles também serão uma ótima alavanca para sua carta de clientes.

Comunique-se e conheça pessoas, pois quanto maior a rua rede de relacionamentos, maiores serão as suas chances de conquistar mais rápido o mercado de trabalho.

 

SIGA O CÓDIGO DE ÉTICA

Muitos profissionais da advocacia deixam de desenvolver o seu negócio em redes sociais ou internet em geral por acharem que tais iniciativas ferem o Código de Ética da Advocacia.

Sabemos que os advogados devem respeitar fortes questões éticas com relação ao seu capital intelectual e sua profissão. No entanto, lembramos que, de acordo com as diretrizes éticas jurídicas, a publicidade, a propaganda e as informações da advocacia têm o uso considerado indevido quando ferem a sobriedade do ramo, não sendo permitido, dessa forma, veicular propaganda em rádio e TV ou outdoors e panfletos de rua.

Por outro lado, é lícito publicar na internet as informações para prospecção de clientes, contanto que tenha teor adequado e discreto. Não se perca no intuito de divulgar o seu conhecimento, transformando a sua base intelectual em um produto exposto em prateleiras. Sempre busque se informar dos limites da divulgação e publicidade permitida na advocacia, afinal um profissional ético tem valor no mercado concorrido.

 

EXPLORE SEU PATRIMÔNIO INTELECTUAL

Com certeza, podemos dizer que está à frente o advogado que oferece conhecimento, pois sabemos que a concorrência no ramo é mais intelectual do que financeira. Para isso, produza conteúdo, mostre que você tem domínio sobre o assunto e qualquer que seja a dúvida do seu cliente, você pode saná-la.

Tente sempre fazer parte de instituições ligadas às diversas áreas do Direito, frequente simpósios e palestras, dedique-se a publicar artigos e ministrar palestras. Quanto mais os seus possíveis clientes ligarem o seu nome a fontes de conhecimento e de patrimônio intelectual, maior a chance de conquistar novos consumidores para os seus serviços jurídicos.

 

ESPECIALIZE SEU SERVIÇO

Quando você está com dor de garganta, você vai a um médico otorrinolaringologista ou a um ortopedista? Essa é a mesma pergunta que o seu cliente faz quando tem um problema grave e precisa de um advogado que saiba especificamente sobre o assunto. Todos sabemos que é impossível dominar e estar atualizado sobre todas as áreas jurídicas. Por esse motivo, é essencial que, principalmente você que inicia uma carreira sozinho, consiga encontrar uma área em que se especializar.

O profissional bom é aquele que estuda e se mantém atualizado e pode resolver de maneira segura e prática o problema que o seu cliente lhe traz ao escritório. Quando você se foca em diversas áreas, não consegue limitar o seu conhecimento, que acaba por ficar vago, pois sabe apenas um pouco de tudo. Não saber especificamente sobre o assunto pode levar a perdas de ações e, consequentemente, de clientes. Por isso, escolha uma área e dedique-se assiduamente a ela. Com o sucesso em seus casos, a busca pelos clientes será consequência.

Nunca se esqueça que o retorno financeiro vem de um excelente trabalho e uma ótima reputação do profissional, por isso repense: o que você tem feito para conquistar novos clientes?

Não há comentários enviados. Seja o primeiro a comentar.

Sorry, the comment form is closed at this time.